top of page

INPC e IPCA: Entendendo os índices que afetam seu salário e poder de compra

Os índices INPC e IPCA são termos que frequentemente aparecem nas notícias econômicas e têm impacto direto no dia a dia dos trabalhadores. Mas o que significam essas siglas e como elas afetam seu salário e poder de compra? Vamos explicar de maneira simples.


O que é o INPC?


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é um indicador calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ele mede a variação dos preços de produtos e serviços consumidos por famílias com renda de um a cinco salários mínimos. Em outras palavras, o INPC reflete a inflação para as famílias de menor renda.


O que é o IPCA?


O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também calculado pelo IBGE, mede a variação de preços para famílias com renda de um a quarenta salários mínimos. É o índice oficial utilizado pelo governo para medir a inflação no Brasil e serve como referência para a meta de inflação definida pelo Banco Central.


Como esses índices afetam seu salário?


INPC e reajuste salarial


O INPC é frequentemente utilizado como base para o reajuste salarial de trabalhadores. Por exemplo, quando o STIABVALE e outros sindicatos negociam aumentos salariais com os empregadores, o INPC do período é levado em consideração para garantir que o aumento cubra pelo menos a inflação, mantendo o poder de compra dos trabalhadores. Em resumo, se o INPC acumulado no ano foi de 5%, espera-se que os salários também sejam reajustados em 5% + uma porcentagem de aumento real para que os trabalhadores não percam poder de compra.


IPCA e o custo de vida


O IPCA, por medir uma faixa mais ampla de renda, afeta de maneira mais geral o custo de vida no país. Ele é utilizado como referência para corrigir valores de aluguéis, contratos e outros preços de serviços. Quando o IPCA aumenta, significa que o custo de vida também está subindo. Isso afeta diretamente o bolso dos trabalhadores, pois produtos como alimentos, transportes e energia ficam mais caros.


Impacto no poder de compra


O poder de compra é a capacidade que o salário tem de adquirir bens e serviços. Quando a inflação medida pelo INPC e IPCA aumenta, o poder de compra tende a diminuir, caso os salários não sejam reajustados proporcionalmente. Isso significa que, se seu salário não subir de acordo com a inflação, você conseguirá comprar menos com o mesmo valor.


Exemplos práticos


  1. Alimentos e Bebidas: Se o IPCA indica que os preços dos alimentos subiram 8% no ano, mas seu salário foi reajustado em apenas 5%, você sentirá que está gastando mais no supermercado, pois seu poder de compra diminuiu.

  2. Transportes: O aumento no preço dos combustíveis impacta o custo do transporte público e privado. Se a inflação do setor de transportes é alta, mas seu salário não acompanha esse aumento, você terá menos dinheiro disponível para outras necessidades.


Quando o salário não acompanha o IPCA, ao ir ao mercado você sente que gastou mais e levou menos

Em resumo


Entender o INPC e o IPCA é fundamental para todos os trabalhadores. Esses índices mostram como os preços estão variando e ajudam a determinar se o seu salário está acompanhando a inflação. O INPC é mais focado nas famílias de menor renda e serve como base para reajustes salariais, enquanto o IPCA é uma medida mais ampla usada pelo governo e que afeta o custo de vida em geral. Ficar atento a esses índices ajuda a entender melhor sua situação financeira e a importância de negociar reajustes salariais que mantenham seu poder de compra.

Comments


bottom of page